Rio-Petrópolis em dois dias.

Petrópolis, cidade do Império, a viagem que planejo há uns dois anos. Meu pai fazia a subida todo mês, na década de 50, numa bicicleta de corrida com passadores Simplex. Meu avô, bem antes, subia junto com outros trabalhadores da Cristian Nielsen, para manutenção e acabamentos daquela estrada. Um prazer de se esperar dois anos para colher o resultado já seria o bastante. Mas a subida de Petrópolis parece que faz parte da minha vida desde sempre.

Local onde meu avô trabalhou.

A Estrada Rio-Petrópolis foi inaugurada em 1928, um arrojo para a época, muitos operários morreram na construção, meu avô escapou. O presidente era Washington Luís, que deitou estradas no Brasil todo, exemplo para outro estradeiro que viria muito depois, JK.

A subida tem 21 km. Alternam-se planos e ladeiras suaves até a metade. Depois, as ladeiras vão ficando mais fortes, as paisagens mais bonitas e fica menor o espaço entre as pedras cortadas e os ônibus. Meu avô escapou, eu também. Acho que sorte é genética.

A descida foi pela Estrada Velha da Serra da Estrela, paralelepípedo, a que dá acesso a Pau Grande, terra do Garrincha. Liga Petrópolis a Magé. Eu desci na Chatuba, um calor de verão. Depois Piabetá, BR-116 e volta à 040, a Rio-Petrópolis. Um carro me fechou e me acertou de leve, no guidão, em Piabetá. Eu xinguei, depois me arrependi, não era “um local”. O cara foi embora, porque estava errado mesmo. Foi o único verdadeiro momento de risco da viagem toda. Que eu tenha percebido, pelo menos.

Como sempre, ninguém acreditava quando eu dizia de onde vinha. Cicloturista? Nem o Escritório de Turismo de Petrópolis, que é cidade metida a Européia, sabia o que era. Que dirá na Chatuba. Por sinal, a Chatuba é um lugar muito bucólico e esverdeado. Vi sinais de uma ferrovia antiga, mas não sei se era a primeira do Brasil, sem placas. Sinais do Imperador nessa estrada de carruagens só vi um marco Real na Estrada Velha da Estrela, numa beira de rio sujo, com cascatas de lixo.

Sítio na Chatuba, trilhos na frente

%d blogueiros gostam disto: