Crônica da viagem ( 2 )

Cabo Frio, a praia de Minas.

Cheguei a Cabo Frio, bufando. Depois de 70 km, saindo de Saquarema, via Praia Seca. Foi depois dessa praia que começou o tormento do sol, na região da massambaba, uma reserva florestal cheia de calangos que atravessam o asfalto.

tem um registros geológicos prá ver, mas o sol...

O roteiro de cicloturismo pode ser por aqui, se houver algum empenho das secretarias de turismo visitadas, para sinalizar, divulgar e principalmente fazer aquele esforço educativo em empresas de ônibus, Polícia Rodoviária, os que fazem o cotidiano do plano asfáltico. O local tem pouco movimento, mas a estrada da Figueira não tem acostamento.

Foi só o que vi de Arraial

Passei por Arraial naquela dúvida: ficar dois dias aqui ou esticar até Cabo Frio, onde dois dias podem ser mais úteis. Estiquei mais um pouco e cheguei, bufando.

Até agora nenhuma lesão, câimbra exagerada, insolação ou contaminação de alimentos.  Só perdi  shampoo de hotel e uma câmara que não servia, tamanho errado.  Perdi quando fui trocar essa câmara por outra coisa mas o lojista não gostou da idéia. O trem azul não pede nada, não reclama, tudo perfeito. Dei um banho de querosene hoje, acabou um grilo, acho que vou ficar mais solitário sem aquele barulhinho.

70 km com dois litros de água

Vejam mais fotos no Facebook. Alex Gomes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: